top of page

#15 - Lojas conceito, como elas alavancam a marca e case M&Ms

Atualizado: 6 de mai.

Sua pílula quinzenal sobre branding, design e marketing ✨

Clara Ramos - Branding de propósito - Branding de natal

Ei, brandlover! Como tão as coisas por aí?

 

Confesso que tô ainda pegando no tranco pra entrar em 2024, mas relaxa que o assunto de hoje é um dos meus xodós, então não falharei na missão.

 

Pra quem não sabe, já flertei com a arquitetura por uns 4 semestres - não deu match, mas foi lá que entendi como lojas podem materializar uma marca.

 

Por isso, bora falar de lojas conceito! 👇


NA NEWS DE HOJE

✨ Lojas conceito

⚡️ Por que investir em lojas conceito?

💜 Recursos úteis

💡 Case: M&M`s



LOJAS CONCEITO

Sabe aquelas lojas que você entra e parece que tá mergulhando num mundo temático da marca? Essas são as lojas conceito!

 

Elas são tipo uma mistura de galeria de arte com loja, onde cada coisinha no lugar conta uma história da marca.

 

E ó, algo que sempre falo é que no branding cada detalhe conta e tudo pode ser estratégico, desde que seja pensado com intencionalidade, e nas lojas conceito não é diferente.

 

As lojas conceito estão no centro da revolução do varejo experiencial, fortalecendo o conceito de "retailtainment".

 

 Elas não são só um local de compra, mas um espaço onde a marca ganha vida e oferece experiências inesquecíveis.

 

Nelas os clientes não só compram produtos, mas vivenciam a marca de uma maneira única, através de um ambiente que estimula os sentidos, incorpora tecnologia e promove o engajamento.

 

Esse ambiente permite uma conexão mais autêntica e pessoal com os consumidores, criando memórias e experiências que reforçam a lealdade à marca.

 

Além de oferecer uma oportunidade única pras marcas testarem novos produtos, conceitos e receberem feedback direto dos clientes em um ambiente controlado.

 

Isso não só ajuda na inovação e no aprimoramento de produtos, mas também fortalece a relação com o público, mostrando que a marca valoriza suas opiniões e necessidades.


Clara Ramos - Branding de propósito - lojas conceito

As lojas conceito estão elevando o jogo no mundo do varejo, especialmente quando consideramos que 52% dos millennials priorizam gastos com experiências.

 

Esse dado ressalta a importância crescente do "retailtainment" e como as lojas conceito estão na vanguarda dessa mudança, oferecendo não apenas produtos, mas experiências memoráveis.


Essa abordagem transforma o ato de comprar em uma consequência de todo um rolê, redefinindo as expectativas do consumidor e fortalecendo o vínculo com as marcas.

 

Além das experiências, as lojas conceito têm um papel crucial no aumento da consciência da marca e na conversão (mesmo que esse não seja o objetivo principal).

 

Ao mergulhar os clientes em um ambiente que reflete a essência da marca, essas lojas não só encantam, mas também incentivam a compra de forma mais orgânica e intuitiva.

 

É tipo uma cadeia de reações que começa no momento em que o consumidor pisa na loja.

 

 E não para por aí, não: essa experiência toda ainda tem o poder de aumentar o valor percebido da marca.

 

Isso significa que, se a experiência for das boas, 75% dos consumidores estão dispostos a pagar mais caro por isso.

 

Agora tá bom pra você?!


POR QUE INVESTIR EM LOJAS CONCEITO?

Então, você já viu como as lojas conceito tão mudando o jeito de interagir com as marcas, né? Mas o pulo do gato tá em como elas fazem isso.

 

Laboratório de ideias

As lojas conceito são tipo um campo de testes ao vivo pra novos produtos e conceitos.

 

Isso permite que as marcas joguem na roda ideias inovadoras e vejam na hora o que cola ou não com a galera. Tudo num ambiente controlado, onde é fácil pegar feedback e ajustar o que for preciso.

 

Conexão direta com a galera

Num mundo onde todo mundo tá cansado de ser só mais um número, as lojas conceito oferecem aquele contato olho no olho.

 

Elas abrem espaço pra um bate-papo sincero com os clientes, entendendo de verdade o que eles tão buscando e como a marca pode fazer parte da vida deles de um jeito significativo.

 

Criando comunidade

As lojas conceito são pontos de encontro pra quem se identifica com o que a marca representa. É tipo um clube onde as pessoas se reúnem, trocam ideias e experiências e, no fim das contas, criam uma conexão real com a marca e entre elas.

 

A experiência vale mais

Aqui a ideia é que a experiência de compra seja tão top que o produto acaba sendo só uma parte da história.

 

As lojas são desenhadas pra fazerem a galera querer voltar, mesmo sem a intenção de comprar nada na hora.

 

Fortalecendo a imagem da marca

Quando a experiência é daquelas que a gente não esquece, a marca sobe no conceito, né?

 

As lojas ajudam a pintar um retrato da marca que vai muito além do produto, mostrando os valores, a missão, personalidade de marca e tudo aquilo que faz ela ser única.



LOJA DA M&Ms

Quando a gente pensa em lojas conceito que realmente trazem a marca pra vida real de um jeito lúdico e envolvente, a loja M&M's é um baita exemplo.

 

Através de suas lojas conceito espalhadas pelo mundo, a marca oferece uma imersão completa que transcende o ato de comprar. É tipo uma aventura multissensorial que aguça todos os sentidos.

 

Logo de cara, a fachada da loja já é um espetáculo à parte, com cores vibrantes e personagens icônicos da marca em tamanho real, chamando todo mundo pra dentro.

Clara Ramos - Branding de propósito - lojas conceito

É impossível passar por uma loja M&M's e não sentir aquela curiosidade de entrar e explorar.

 

Cada loja é um convite para explorar o mundo deles com todos os sentidos:

  • Visual: Uma explosão de cores e personagens cativantes que capturam a imaginação.

  • Auditivo: Playlists selecionadas e performances que refletem a personalidade divertida da marca.

  • Gustativo: Degustações que permitem experimentar os clássicos e novos sabores, envolvendo os visitantes numa jornada de descobertas palatais.

  • Olfativo: O aroma inconfundível de chocolate que permeia cada andar, criando uma assinatura olfativa marcante.

  • Tátil: A interação e o toque nos produtos promovem uma conexão física, permitindo aos visitantes sentir a textura, temperatura e conforto dos itens.

 

Ela oferece uma experiência completa com áreas interativas, como telas onde você pode criar seu próprio M&M's virtual, espaços instagramáveis, um museu sobre como os confeitos são feitos e área pra personalizar seu pacote.


Clara Ramos - Branding de propósito - lojas conceito

"Estamos dando vida à marca de uma maneira imersiva"

 

Foi a frase dita por Patrick McIntyre, diretor de varejo do Mars Retail Group Global, dá um frio na espinha...

 

A imersão é a chave pra entusiasmar o público, tornando a marca M&M's inesquecível na mente de quem a experiência.

 

Uma análise das percepções dos visitantes revelou que aqueles que vivenciaram a loja conceito têm uma compreensão mais profunda e uma conexão emocional com a marca.

 

Isso ressalta a importância de estímulos sensoriais no estabelecimento de vínculos afetivos e na promoção da marca.

 

Como o estrategista de marcas Tim Pethick bem colocou:


“a razão guia, mas são as emoções que decidem”

 

A loja M&M's exemplifica como uma experiência de marca bem amarrada pode influenciar as decisões dos consumidores.

 

Aqui no Brasil temos a loja da fábrica de chocolates Garoto, em Vila Velha-ES, nossa versão brasileira!

 

A experiência é bem gostosinha, você sente o cheiro de chocolate 3 quarteirões antes, tem toda essa vibe de personalizar seu pacote e sente a marca de forma mais paupável.

 

Ouso dizer que a parte de merch deles tá bem fraquinho, mas já foi melhor.

 

Finalizo a news de hoje com uma fotinho das férias, essa foi de quando eu gastei meu bônus todo em chocolate 🫶🫣


Clara Ramos - Branding de propósito - garoto


Quer receber os recursos especiais que eu passo em cada edição da newsletter? Assine para receber no email 👇


Até a próxima edição! 💜


Beijos,

Clara Ramos

Clara Ramos - Branding de propósito

Meu nome é Clara Ramos, sou designer há mais de 8 anos e marketeira desde que me conheço por gente, vejo o branding de propósito como uma missão pra mostrar que o design é mais que estética.

Pra mim, o marketing precisa ser humano e sustentável, valorizando o propósito e a essência de cada marca. E mostro que isso faz parte da performance! Utilizo o design como ferramenta de comunicação poderosa e o conteúdo como chave pra enriquecer a experiência do usuário.

Assina a news e vamos aprender juntos! 🫶

22 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page