top of page

A importância do branding pessoal pra marcas de profissionais

Atualizado: 14 de dez. de 2023


Branding pessoal - Clara Ramos - Branding de propósito

No mundo de hoje, onde a primeira impressão muitas vezes acontece online, construir uma marca pessoal se tornou essencial. Mas, o que é branding pessoal exatamente? Sendo bem direto, é como você se apresenta ao mundo, como se posiciona e como é percebido — seja em uma sala de reuniões ou no universo digital. E é justamente sobre isso que vamos conversar.


Se prepara pra descobrir o valor inestimável de um personal branding bem-definida e como ela pode abrir portas e criar oportunidades inimagináveis na sua carreira.


O que é Branding Pessoal

Branding pessoal ou personal branding, é o jeito de construir uma marca única em volta de si mesmo como indivíduo. É sobre entender e usar o que você representa, suas habilidades, valores e paixões pra se diferenciar e criar uma imagem ou identidade que você comunica ao mundo.


Jeff Bezos, o fundador da Amazon, simplifica o conceito:

"Sua marca pessoal é o que as pessoas dizem sobre você quando você não está na sala."

Isso põe em evidência a importância da percepção e da reputação.


Tom Peters, um nome de peso no mundo dos negócios, trouxe pra discussão a ideia de "The Brand Called You" nos anos 90, enfatizando a importância de cada profissional se enxergar como uma marca.


De acordo com Peters, todos nós somos CEOs da nossa própria empresa: Me Inc. E como CEOs, devemos divulgar nossa marca pessoal com o mesmo empenho e estratégia que uma empresa dedica pra promover a dela.


Pra isso precisamos identificar nossas características únicas e fortes, bem como áreas pra desenvolvimento, e em seguida, comunicar tudo isso de forma eficaz. A meta é construir uma narrativa pessoal coerente, autêntica e que toque seu público-alvo.


Ou seja, o objetivo do branding pessoal é criar e comunicar uma marca em torno de você mesmo, destacando suas habilidades, paixões e valores pra se posicionar de forma única no mercado e na mente das pessoas.


De certa forma, as pessoas já têm uma percepção sobre você, quer você queira, quer não. Mas a boa notícia é que você pode moldar essa percepção a seu favor. Com muita intencionalidade e planejamento, é possível redefinir como os outros te veem e, mais importante, como você se vê no mundo profissional.


Pra entender bem essa dinâmica, é essencial pensar nos três pontos principais do branding pessoal:

  • Quem você é

  • Quem você quer ser

  • Quem as pessoas veêm

marca pessoal - branding de propósito - clara ramos

Quando esses três elementos estão alinhados, você cria uma marca pessoal poderosa e autêntica. Mas se eles não estão, pode haver uma desconexão que te impede de alcançar o seu potencial máximo.


⚡️ Se esforce pra assegurar que seu personal branding reflita verdadeiramente quem você é, quem você está se esforçando pra ser e como você quer ser percebido.


Saber equilibrar o que você tem pra entregar e o que o público quer receber é o que é branding pessoal em seu melhor!


Vamos aprofundar cada um desses pontos nos próximos tópicos, dando dicas práticas pra você tomar as rédeas da sua marca e garantir que ela esteja trabalhando a seu favor.


Quem você é: Autenticidade

Começando pelo começo: "Quem você é".


Esse é o alicerce do seu branding pessoal. Você pode pensar nisso como sua assinatura no mundo, algo genuíno que ninguém mais pode copiar ou reproduzir da mesma forma. É a sua autenticidade.


Ser autêntico significa ser fiel aos seus valores, crenças, e experiências que te moldaram. É a sua história única, suas paixões, habilidades, e até as coisas que você ainda está aprendendo.


Quando você entende e assume quem é, naturalmente começa a projetar uma imagem que é coerente com essa realidade. E essa coerência é atraente.


Mas aqui vai uma coisa interessante sobre autenticidade: ela não é uma desculpa pra permanecer sempre igual.


Todos nós evoluímos, e seu personal branding também deve evoluir com você. Por isso, é importante refletir regularmente sobre seus valores e se eles ainda representam quem você é hoje.


⚡️ Agora, como você traduz essa autenticidade pra sua marca pessoal? Comece com reflexão e autoconhecimento.


Pergunte a si mesmo:

  • Quais são os valores que eu não negocio?

  • O que me motiva?

  • Quais são as habilidades que me diferenciam dos outros?

As respostas a essas perguntas são as peças que compõem sua autenticidade. Uma vez que você tenha clareza sobre elas, é hora de entender se elas estão alinhadas com seus objetivos e aspirações.


E isso nos leva ao próximo tópico: "Quem você quer ser".


Quem você quer ser: Visão

Entender "quem você quer ser" é a segunda peça do quebra-cabeça do branding pessoal.


Essa é sobre sua visão, sobre definir objetivos claros e delinear um futuro que te entusiasma. É a aspiração de tudo o que você deseja alcançar, se tornar e ser reconhecido.


Sua visão é o seu destino desejado, e cada ação que você toma deve ser um passo em direção a esse lugar. Isso não significa que você deve esperar passivamente pelo futuro, pelo contrário, é sobre ser proativo e criar intencionalmente o caminho pra chegar lá.


Pra definir sua visão e aspirações, considere o seguinte:

  • Onde você se vê em cinco, dez, ou vinte anos?

  • Quais conquistas você quer ter?

  • Que tipo de impacto você deseja causar na sua área de atuação?

Sua visão de futuro também não precisa ser estática.


Ela pode e deve se adaptar à medida que você cresce e aprende mais sobre si mesmo e o mundo ao seu redor. No entanto, ter uma direção clara ajuda a manter o foco e a tomar decisões que estão alinhadas com os seus objetivos.


⚡️ É super importante alinhar essa visão com a sua autenticidade. Isso significa que as suas ações e a forma como você se apresenta devem refletir tanto quem você é quanto aonde você quer chegar. Isso cria uma narrativa poderosa que não só é autêntica, mas também inspiradora pra quem observa a sua jornada.


E aqui entra a parte crucial: como você comunica essa visão ao mundo?


A resposta está em como você se posiciona e como utiliza as plataformas disponíveis, como o LinkedIn, pra mostrar ao mundo a trajetória que você está construindo.


Isso nos leva ao nosso próximo ponto: "Quem os outros veem".


Quem os outros veem: Percepção

A percepção é a terceira esfera do branding pessoal, e talvez a mais desafiadora.


"Quem os outros veem" é o reflexo de como suas mensagens, ações e imagem pessoal são interpretadas pelo mundo.


Este é o seu posicionamento percebido, e ele tem um impacto imenso na sua capacidade de construir uma rede de contatos, conseguir oportunidades e ser respeitado na sua área.


Aqui está a parte complicada: você não pode controlar completamente como os outros o veem, mas pode influenciar essa percepção. E isso é feito com intencionalidade e comunicação estratégica. Sua marca pessoal deve comunicar consistentemente quem você é e pra onde está indo, de uma forma que ressoe com seu público.


Pra moldar essa percepção, considere o seguinte:

  • Como você se apresenta em ambientes profissionais, tanto online quanto offline?

  • Suas comunicações refletem sua personalidade e sua visão de futuro?

  • Você está compartilhando conteúdo e contribuindo com conversas que destacam sua expertise e seus interesses?

Lembre-se, cada ponto de contato com outra pessoa é uma oportunidade pra reforçar seu personal branding. Isso inclui a forma como você interage em reuniões, o conteúdo que você compartilha nas redes sociais, e até a maneira como você responde a e-mails.


No LinkedIn, em particular, cada elemento do seu perfil — desde a foto de perfil até as recomendações que você recebe — contribui pra percepção geral da sua marca.


Uma estratégia bem pensada pra essa plataforma é fundamental. Isso envolve não apenas a curadoria do seu perfil, mas também a participação ativa na rede: publicando artigos, compartilhando insights e se envolvendo com a comunidade.


⚡️ Ao alinhar a percepção com quem você é e quem você quer ser, você cria uma marca pessoal coesa e convincente.


Integrando personalidade, visão e reputação na marca pessoal

Integrar quem você é, quem você quer ser e como você é visto pelos outros não é apenas uma questão de alinhamento - é uma questão de integridade e consistência de marca.


Esta integração cria uma narrativa pessoal poderosa e uma presença inconfundível que pode impulsionar a sua carreira pra frente.


Pra começar essa integração, reflita sobre como suas ações cotidianas e suas interações sociais contribuem pra seu personal branding. Pergunte-se:

  • As decisões que tomo e as ações que executo estão refletindo minha verdadeira personalidade?

  • Estou demonstrando minhas aspirações através das minhas iniciativas e do conteúdo que compartilho?

  • A imagem que os outros têm de mim está alinhada com a marca que desejo construir?

É um processo de constante autoavaliação e ajuste, onde a autenticidade serve de guia pra suas escolhas e comportamentos. Sua marca pessoal se torna uma bússola que direciona não apenas como você quer ser visto, mas também como você age e interage no seu ambiente profissional.


A reputação é um resultado de longo prazo dessa integração. É o que as pessoas lembram quando pensam em você e o legado que você constrói dia após dia. Uma reputação sólida é um ativo inestimável que abre portas e cria oportunidades.


O LinkedIn é uma ferramenta ótima pra essa integração no mundo corporativo. Use a plataforma pra apresentar suas realizações, compartilhar seus insights e projetos, e conectar-se com profissionais que compartilham dos seus valores e interesses.


Como criar sua marca pessoal?

Desenvolver sua marca pessoal não acontece da noite para o dia. Requer estratégia, consistência e um olhar atento aos detalhes.


Aqui estão algumas estratégias práticas pra te ajudar a criar e manter uma marca pessoal forte e autêntica:

  1. Defina sua marca pessoal: Comece com uma declaração clara de quem você é, o que representa e pra onde quer ir. Essa declaração deve ser um reflexo da sua autenticidade, suas aspirações e como você deseja ser percebido.

  2. Comunique sua marca consistentemente: Seja nas redes sociais, em seu currículo, ou em conversas cotidianas, assegure que sua comunicação está alinhada com a marca que você está tentando construir. Isso inclui o visual, o tom de voz e o conteúdo que você compartilha.

  3. Construa sua rede online e offline: Networking é fundamental. Conecte-se com pessoas que podem ajudar a impulsionar sua marca, seja através de mentorias, colaborações ou simplesmente ampliando seu círculo social.

  4. Seja ativo no LinkedIn: Atualize seu perfil regularmente, participe de grupos, publique artigos e compartilhe conteúdo relevante. Cada ação no LinkedIn deve ser uma extensão do seu personal branding.

  5. Peça feedback: Entender como os outros veem você pode oferecer insights valiosos. Peça feedback honesto a colegas, mentores e amigos para ajustar sua marca conforme necessário.

  6. Aprenda e se adapte: O mundo está sempre mudando, e sua marca também deve evoluir e se manter relevante. Fique informado sobre as tendências em sua área, atualize suas habilidades e esteja aberto a mudanças.

  7. Demonstre sua expertise: Compartilhe suas conquistas e conhecimentos. Isso pode ser feito através de publicações, palestras, workshops ou qualquer outra forma que mostre sua competência e paixão pelo que faz.

Ao implementar essas estratégias, você estará não apenas construindo uma marca, mas também cultivando um ativo que terá um impacto significativo na sua carreira.


Por quê escolher o Linkedin pra construir sua marca pessoal?

Estar presente no LinkedIn é crucial, especialmente considerando utilização no ambiente profissional e o impacto da plataforma entre os usuários brasileiros.


Com mais de 260 milhões de usuários ativos mensalmente em todo o mundo, o LinkedIn se estabelece como a maior rede profissional do mundo. Ou seja, as pessoas estão presentes por lá com um foco mais direcionado em negócios e oportunidades profissionais.


No Brasil, 36% dos usuários acessam o LinkedIn pelo menos uma vez por dia, e 61% usam a rede pra procurar vagas de emprego.


Os usuários brasileiros também se envolvem em diversas atividades no LinkedIn, como:

  • ler artigos (51%)

  • acompanhar publicações no feed (48%)

  • curtir conteúdos interessantes (46%)

  • fazer networking (38%)

Essa variedade de usos mostra como a plataforma é versátil e valiosa para diferentes objetivos profissionais. Além disso, 65% dos usuários consideram os conteúdos do LinkedIn relevantes pro crescimento profissional, e 75% veem a rede como um bom lugar para networking.


✨ Sentiu o cheirinho da oportunidade?


Gerenciando sua imagem profissional e marca pessoal no LinkedIn

Aprimorar seu personal branding no LinkedIn vai além de simplesmente manter um perfil atualizado. É sobre manter uma narrativa envolvente e autêntica, e entregar valor pro seu público. Aqui, a Imersão LinkedIn de Propósito se destaca como uma ferramenta valiosa, te ajudando a maximizar sua presença e impacto na plataforma.


A imersão oferece uma abordagem aprofundada sobre como utilizar o LinkedIn de forma estratégica. Não apenas orienta na otimização do seu perfil, mas também ensina a criar e compartilhar conteúdo que reflete sua marca e atrai o público certo.


✨ Isso inclui entender como suas postagens, interações e a maneira como você se conecta com outros profissionais contribuem pra construção de uma imagem profissional coesa e respeitável.


Além disso, a imersão traz insights valiosos sobre como usar as ferramentas de análise do LinkedIn pra entender e melhorar seu alcance e engajamento. Isso significa que você pode ajustar sua estratégia em tempo real, garantindo que suas ações estejam sempre alinhadas com seus objetivos de marca pessoal.


Uma das grandes vantagens da Imersão LinkedIn de Propósito é a entrega de valor prático. Ela é desenhada não apenas pra levar teoria, mas também pra oferecer técnicas aplicáveis que você pode começar a usar imediatamente.


Seja você um empreendedor, um profissional em busca de crescimento na carreira, ou alguém que quer aumentar sua rede de contatos, essa imersão é pode ser uma aliada na transformação da sua presença no LinkedIn.


Ao participar da imersão, você tem:

  • 3 dias de conteúdo on demand, que se adapta ao seu cronograma e sua localização

  • uma comunidade de profissionais que compartilham dos mesmos objetivos

  • insights exclusivos de quem aumentou as impressões na prática

  • um certificado de conclusão pra te ajudar com autoridade

Ficou interessado? Clica aí no botão pra participar da Imersão LinkedIn de propósito



imersão linkedin de proposito - branding de propósito - clara ramos



Clara Ramos - Branding de propósito

Clara Ramos

Meu nome é Clara Ramos, sou designer há mais de 8 anos e marketeira desde que me conheço por gente, vejo o branding de propósito como uma missão pra mostrar que o design é mais que estética.

Pra mim, o marketing precisa ser mais humano e sustentável, valorizando o propósito e a essência de cada marca. E mostro que isso faz parte da performance! Utilizo o design como ferramenta de comunicação poderosa e o conteúdo como chave pra enriquecer a experiência do usuário.

Assina a news e vamos aprender juntos! 👇


Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page