top of page

#1 - Definições de branding, dicas práticas e Barbie

Atualizado: 11 de dez. de 2023

Sua pílula quinzenal sobre branding, design e marketing ✨

Branding de propósito - definições

Bem-vinde à primeira edição da newsletter Branding de Propósito. Estou super animada por você estar aqui! 🤩

NA NEWS DE HOJE

✨ As definições de branding ⚡️ Insights de cada definição 💡 Case: Barbie 💜 Recursos úteis

AS DEFINIÇÕES DE BRANDING

Branding é uma daquelas palavras que todos usamos, mas que pode ter significados diferentes pra pessoas diferentes.


É um logotipo? É um slogan? É uma personalidade? Ou é algo mais? 🤔


Bem, a resposta é... todas as opções acima! E muito mais.


Branding é a essência de uma marca. É a promessa que ela faz aos seus clientes. É a expectativa que eles têm quando ouvem o nome. E é a memória que fica depois que a interação termina.


Ele é um conjunto de técnicas e estratégias que têm como objetivo a construção e gestão de uma marca. Isso envolve uma série de atividades, desde a definição dos valores e da missão da empresa, até a criação de uma identidade visual consistente.


Essa construção ainda pode variar de acordo com a marca, o mercado em que está inserida e o público que desejam alcançar. Podemos concordar então que é bem mais complexo que um logotipo né!?


Além disso, o branding também envolve a criação de uma experiência única e memorável, principalmente por meio de iniciativas que ajudem a fortalecer a relação entre a marca e o cliente.


Vamos ver o que alguns dos nomes da área têm a dizer:

  • Ana Couto define branding como a gestão estratégica de uma marca, que envolve negócio, marca e comunicação para gerenciar a percepção pelo mercado.

  • Alina Wheeler fala que o branding é um processo de criação de soluções que criam conexões, conscientizam e ampliam a fidelidade do público.

  • Debbie Millman diz que a gestão de marca é uma diferenciação consciente, e esse comportamento pode gerar um sentimento de pertencimento no público.

  • Alice Tybout define branding como um mix de posicionamento, design e significado intencionais para moldar a percepção do cliente.

  • David Aaker acredita que a marca é um conjunto de ativos e passivos que adicionam ou subtraem valor.


QUAIS INSIGHTS TIRAR DE CADA DEFINIÇÃO?


  1. Percepção é realidade: Ana Couto nos lembra que a percepção do mercado é crucial. Faça pesquisas para entender como sua marca é percebida e use essas informações para nutrir sua estratégia de branding.

  2. Conecte-se emocionalmente: Como Wheeler sugere, busque maneiras de criar conexões emocionais com seus clientes. Isso pode ser através de storytelling, experiências de marca ou atendimento excepcional.

  3. Se diferencie de propósito: Debbie defende que sejamos intencionais, então preste atenção em todos os detalhes, tudo importa. Crie símbolos que traduzam a personalidade e sejam coerentes com o significado.

  4. Seja distinto: Alinhe posicionamento, design e significados em todos os pontos de contato para conseguir gerar reconhecimento na mente das pessoas, assim é possível ter o mix de sucesso que a Alice comenta.

  5. Avalie sua marca: Inspirado por Aaker, faça um balanço dos ativos e passivos da sua marca. Quais são os pontos fortes que você pode alavancar? Quais são as áreas que precisam de melhorias?


BARBIE E A ESTRATÉGIA DE MARCA EM MOVIMENTO

O primeiro case dessa news não podia ser de uma marca melhor: vamos falar sobre a Barbie!


Sim, aquela, a boneca mais famosa do mundo. Mas peraí, como é que uma boneca se torna um ícone global de marca?


A Barbie surgiu em 1959, com uma proposta que ia muito além do "brincar". Ela representava a independência feminina naquela época, sempre com um emprego novo e muito estilo. Porém, com o tempo, a marca começou a receber críticas pela imagem que transmitia, principalmente no que dizia respeito aos padrões de beleza.


Pois bem, em vez de se esconder, a Barbie ouviu o feedback, e deu aquela atualizada em sua imagem. A partir de 2016, a marca introduziu bonecas com diferentes tipos de corpo, cores de pele, estilos de cabelo e até outras profissões. Doutora, astronauta, presidente, a Barbie pode ser o que quiser.


E sabe o que é o mais legal? Ela levou milhares de meninas a acreditarem que elas também podem ser o que quiserem.


Não sei se você já viu os filmes animados da Barbie, eles levam esse propósito e mensagem muito a sério! O protagonismo feminino é fortemente presente em todos os pontos da marca.


O filme em live action tá chegando e o burburinho foi criado com bastante antecedência, desde 2021 ouvimos falar dele. Tanto que quando vemos esse tipo de coisa na rua já sabemos exatamente o que vem por aí:

Outdoor do filme da Barbie em 2023
Outdoor do filme da Barbie em 2023

Falando no filme, tenho só uma palavra: consistência. Tudo no mundo da Barbie é de plástico, mesmo!

Desde o primeiro teaser que teve a referência icônica da primeira boneca lançada, cada detalhe tem sido intencional.


Outro dia eu tava vendo vídeos no Architectural Digest (que sou viciada) e parei na tour pela mansão da Barbie onde foi gravado o filme. Guiado pela própria Margot Robbie.


É tudo aquilo que vivemos quando éramos crianças: a geladeira de adesivo, os cômodos conceito aberto rs, as piscinas falsas, o guarda roupa “vazio” e até as bonecas com cara desenhada.


Esse filme mostra uma Barbie real, a Barbie que a gente pega e brinca, que não desce escadas, que tem o pé em formato de salto e por aí vai. E toda uma humanização e desenvolvimento pessoal a partir daí, se você viu esse trailer e não correu aquela lágrima, não sei nem o que dizer 😅🥹


Eu achei nostálgico e tô louca pra assistir. Mas a melhor parte é ver em quantas histórias e ações incríveis isso está de desdobrando.


Algumas das últimas ações que rolaram:

Algumas das ações para o filme da Barbie
Algumas das ações para o filme da Barbie

Enfim, a equipe não deve ter um segundo de paz e estão dando o nome pra consistência de marca, posicionamento e identidade. Da pra ver a coerência entre todos esses pontos de contato ✨


A Barbie nos ensina que uma marca pode e deve evoluir. É preciso ouvir, se adaptar e se manter relevante e presente. Só assim a gente consegue construir uma marca de propósito, que é verdadeiramente conectada com o seu público.


Quer receber os recursos especiais que eu passo em cada edição da newsletter? Assine para receber no email 👇


Até a próxima edição 💜


Beijos,

Clara Ramos
foto de Clara Ramos

Meu nome é Clara Ramos, sou designer há mais de 8 anos e marketeira desde que me conheço por gente, vejo o branding de propósito como uma missão pra mostrar que o design é mais que estética.

Pra mim, o marketing precisa ser humano e sustentável, valorizando o propósito e a essência de cada marca. E mostro que isso faz parte da performance! Utilizo o design como ferramenta de comunicação poderosa e o conteúdo como chave pra enriquecer a experiência do usuário.

Assina a news e vamos aprender juntos! 👇


101 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page